Darwin, por Toni d'Agostinho

Este blog homenageia o cientista Charles Darwin (acima, no desenho de Toni d'Agostinho) que desvendou a origem da vida.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

UM MUNDO SEM DEUS

(John Constable)



Diziam que a religião seria um freio para o homem.

Eu pergunto: freio? Freio para quê?

O homem não é uma alimária que precise de freio. Seus instintos não são divinos, mas sua racionalidade – ainda incipiente – pode ajudá-lo a sair da barbárie em que ainda está mergulhado.

Desde que assuma compromissos éticos com a VIDA – o bem mais precioso que ele tem. Porque é ÚNICA. Não há segunda oportunidade.

O deísmo – criador de crenças absurdas, de contos da carochinha – não conseguiu elevar o homem a um grau de civilidade que o impeça de continuar odiando e matando uns aos outros. Ao contrário, o deísmo – ao fomentar a criação de religiões - só fez aumentar as divisões e o ódio. Não trouxe nada de bom à humanidade.

Ser ateu é ser livre, livre para melhor entender a VIDA, a NATUREZA e a própria CONDIÇÃO DO SER HUMANO.

Por isso, eu acredito com todas as forças de meu pensamento que o homem não precisa de deus ou de deuses.

Por isso, eu acredito que, sem a imposição de crenças absurdas pregadas por religiões que segregam e obscurecem o pensamento, o ser humano terá condições de criar um sistema de valores éticos muito mais promissores, porque mais realista e voltado à DEFESA DA VIDA e do RESPEITO À NATUREZA E A SI PRÓPRIO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário